Sábado, 07 de Dezembro de 2019
Coluna da Psicóloga Ana Rebolo

Setembro Amarelo - O mês de prevenção ao suicídio

Publicada em 23/09/19 às 18:30h - 44 visualizações

por Ana Paula Rebolo


Compartilhe
   

Link da Notícia:

O setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio. Tem como objetivo alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo, apresentando suas formas de prevenção.

O suicídio é um ato sentenciado e executado pela própria pessoa, cuja intenção é a morte. A ação é realizada de forma consciente e intencional usando um meio que a pessoa acredite ser letal. O suicídio esteve presente durante toda a nossa história nas mais diversas culturas, e as causas dele são multifatoriais, pode aparecer como resultado de uma complexa e séria interação de fatores psicológicos, biológicos, culturais, históricos e socioambientais.

Existem muitos mitos sobre o suicídio que causam temor, como por exemplo a questão de que uma pessoa que pensa em suicídio pensará nisso e terá risco de se suicidar pelo resto da vida... Ideações e pensamentos suicidas provem de uma mente em sofrimento e podem ser eficazmente tratados, tirando a pessoa de risco.

Portanto entende-se ser uma doença, e existem métodos para o tratamento, menciono um aqui, que é a psicoterapia:

Psicoterapia é quando há uma troca entre o paciente e o terapeuta especializado, A psicoterapia é uma relação onde há uma troca entre paciente e o terapeuta especializado, com o objetivo de compreender os problemas de ordem pessoal e profissional, as angústias e as insatisfações daquele que a procura, a fim de contribuir com a pessoa para que sua vida seja mais dinâmica e mais realizada. O termo abrange uma variedade de técnicas, todas as quais destinadas a ajudar pessoas emocionalmente perturbadas a modificarem seu comportamento, seus pensamentos e suas emoções, para que possam desenvolver melhores maneiras de lidar com o estresse e com as outras pessoas. O cliente é estimulado a discutir preocupações íntimas, emoções e experiências livremente sem medo de ser julgado pelo terapeuta ou de ter suas confidências traídas. O terapeuta, por sua vez, oferece empatia e compreensão, engendra confiança e tenta ajudar o cliente a desenvolver modos mais eficazes de lidar com seus problemas.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (53)9 8133-8474

Visitas: 60155
Usuários Online: 19
Copyright (c) 2019 - Rádio Horizonte - Rio Grande e São José do Norte - Rádio Horizonte 2019 - Todos os direitos reservados